25 setembro 2006

Criando um documento C++

Vamos ver como se cria um documento de código C++, precisamos, inicialmente, de um compilador. Recomendo o Dev C++ para Windows ou o Anjuta para Linux, o compilador será necessário para compilar e para criar o executável do programa.

Basicamente, o compilador é um editor de texto, que converte o arquivo digitado para um programa. Em outro post explicarei melhor como criar um arquivo no Dev C++, e no Anjuta. Por enquanto veremos a estrutura basica de um documento C++.

O corpo do aruivo é, basicamente, declaração das bibliotecas e as funções, devendo, ao menos, conter a função main. Um exemplo simples de documento:
#include <iostream> //Biblioteca padrão que iremos utilizar

int main(){
//comandos
return 0;
}
Existem outras formas de se usar a função main, mas sempre, um documento C++ deve conter ao menos essa função.

O texto depois de //, é considerado como comentário e, sendo assim, será descartado pelo compilador no momento em que o arquivo for compilado. Para comentários que envolvem mais de uma linha, devem ser delimitados por /* */.

Exemplo:
//Tudo que vier após as duas barras sera descartado até o final da linha

/* Esse é um comentário que pode abrangir mais de uma linha.
Sendo assim, tudo que é delimitado por /* */ será descartado. */
Comentários são inportantes, para indicar certas partes do programa ou explicar alguma parte e, ainda, se um mesmo programa for escrito por mais de uma pessoa, é importante para indicar modificações e/ou necessidades do projeto.

É somente um noção da linguagem, após de abordar como criar um documento nos compiladores, começaremos a digitar nossas primeiras linhas de C++.

Nenhum comentário: